Brasil encerra participação no Motocross das Nações 2013

Pilotos participaram da repescagem neste domingo (29)

Neste domingo (29) a equipe brasileira voltou ao circuito de Teutschenthal, na Alemanha, onde acontece, neste final de semana a 67ª edição do Motocoross das Nações. Desta vez os pilotos Rafael Faria, Andeson Cidade e Hector Assunção encararam a repescagem, última chance de garantir a vaga para as provas finais da competição mais importante da modalidade.

Rafael Faria

Para os brasileiros a prova foi bastante difícil, com uma pista já bastante degradada e esburacada em função das provas de sábado. Rafael Faria fez uma excelente largada e ocupou a sétima colocação por mais da metade da prova acompanhando de perto os ponteiros, enquanto Anderson Cidade e Hector Assunção começaram a prova fora das vinte primeiras posições.

Caindo para a 9ª posição, Faria travou por algumas voltas uma bela disputa defendendo a posição dos ataques do irlandês Graerne Irwin, que acabou errando e saindo da pista. Por azar, pouco antes dos 10 minutos finais o brasileiro sofreu uma queda, voltando a prova na 17ª posição. Na tentativa de recuperar posições Faria errou mais uma vez quando o cronômetro marcava menos de dois minutos para a placa de duas voltas finais, colocando um fim em suas chances de voltas às dez primeiras colocações.

Enquanto Faria voltava apenas em 22º, Anderson Cidade subiu algumas posições, recebendo a bandeirada logo atrás do paranaense, em 23º, e Hector Assunção foi o 30º. Na somatória dos dois melhores resultados dos brasileiros, a equipe ficou com a 12ª colocação geral da Final B, não conseguindo passar para o evento principal.

Anderson Cidade

O Brasil finalizou a competição em 12º lugar, com 45 pontos. Foram considerados os dois melhores resultados e descartado o pior.

Hector Assunção

Os pilotos Hector Assunção (#94), Anderson Cidade (#95) e Rafael Faria (#96) representaram o Brasil na MX1, MX2 e MX Open, respectivamente.

As motocicletas utilizadas pelo time foram as Yamaha YZ250F e YZ450F. O time brasileiro, a exemplo do ano passado, contou com total apoio da Yamaha Europa e Michele Rinaldi, dono do time Monster Energy Yamaha, que ofereceu as motos e todo o suporte de equipe e mecânicos.

O retorno dos pilotos e equipe ao Brasil está previsto para o dia 30 de setembro, segunda-feira

**Veja a galeria de fotos do Motocross das Nações 2013 clicando aqui. 

** Confira em breve o depoimento dos pilotos brasileiros

Anúncios